Pular para o conteúdo

Em caso de extravio de bagagem no trecho aéreo, como proceder?

Assim que perceber a falta de sua bagagem, dirija-se ao pessoal da companhia aérea e preencha o formulário “P.I.R.” (Property Irregularity Report) ou “ R.I.B.” (Relatório de irregularidade de bagagem). Imediatamente e antes de abandonar o aeroporto, ligue para a central de atendimento do seu seguro de viagem mais próxima, para comunicar o extravio e obter o número de protocolo informado pelo seu seguro.

Quando a mala não é encontrada, as empresas aéreas vão calcular e oferecer uma proposta de indenização de acordo com o peso da mala registrado no check-in. A convenção de Varsóvia, da qual o Brasil é signatário, estabelece o limite de US$ 20,00 por quilo de bagagem extraviada em voos internacionais , em voos domésticos o limite é de R$ 4.200,00(Fonte ANAC).

O seu seguro de viagem tem dois tipos de indenizações: Suplementar e Complementar a indenização da Cia aérea.

Suplementar significa que o seguro irá te pagar uma indenização igual à recebida pela Cia aérea até o limite do produto adquirido ou seja, se o limite do seu seguro para extravio de bagagem é de até US$ 2.000,00 por exemplo você receberá a indenização da Cia aérea mais a indenização do seu seguro .

Complementar significa que o seguro irá te pagar uma indenização complementar ao da Cia aérea ou seja, se o limite do seu seguro para extravio de bagagem é de até US$ 2.000,00 por exemplo e você já recebeu da Cia aérea esse valor não irá receber mais nada por indenização do seu seguro, caso você receba da Cia aérea US$ 1.200,00 o seu seguro irá complementar até o valor segurado do produto ou seja mais US$ 800,00, complementando assim o valor de US$ 2.000,00 contratado em sua apólice, verifique as condições gerais do seu produto contratado.

A empresa aérea tem até 30 dias em voos domésticos e 21 dias em voos internacionais para localizar a bagagem antes de oficializar o extravio. Somente após esse prazo a Cia aérea começa a falar de indenização. O seguro de viagem só paga a indenização tanto a suplementar ou complementar após o pagamento da Cia aérea, pois uns dos documentos exigidos pela seguradora para reembolso da indenização é o recibo de pagamento da Cia aérea .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *